sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Poeisa: Desabafo


Desabafo

Ah! Como essa ansiedade me corrói
Me consome!
Sinto o gosto e o sabor do amargo.
Do indesejado!

Não quero acreditar...
Não prefiro acreditar...
Quero idealizar que tudo foi um sonho.
Só um sonho...

Mas é verdade...
Que pena que é...
Me sinto um ninguém...
Só quero me resumir ao meu própio mundo.
Mundo esse em que não me machucam.
Mundo esse que vivo!

Autor: Romário Araújo da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário