sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Poesia: O meu própio Eu.


O meu própio eu

Uma vez alegre
Uma vez triste
Uma vez calmo
Uma vez agitado.

Assim sou eu
Quem sou eu?
Nem eu mesmo sei...

Ás vezes me surprendo comigo mesmo
Atitudes insertas
Atitudes rápidas.

O medo toma conta de mim
A incerteza aqueçe meu coração
Trazendo duvidas.

Duvidas essas que eu tento desvendar
A luta é contra eu mesmo
Lutar é preciso quando se almeja a vitoria contra seu própio eu.

Autor: Romário  Araújo da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário